Outras plataformas:
13/10/2017 | 14:11:13

Deputados gaúchos gastam R$ 1,6 milhão com passagens aéreas



Nos cinco primeiros meses do ano, os 31 deputados da bancada federal gaúcha adquiriram 2.165 passagens aéreas, com custo total de R$ 1.608.783,79, valor que foi ressarcido aos parlamentares por meio de suas verbas de gabinete. As informações são do Jornal do Comércio.


Em média, cada um dos deputados gaúcho gastou cerca de R$ 51 mil com viagens de avião, que também podem ser feitas por seus assessores - exceção a uma das principais regras da verba indenizatória, que obriga que os gastos sejam individuais. O preço médio por bilhete aéreo é de R$ 751,70 por trecho. A maior parte dos bilhetes dos deputados corresponde a viagens entre Brasília e Porto Alegre. 


No detalhe, porém, há diferenças tanto na frequência de bilhetes comprados pelos deputados quanto nos valores de passagens, que têm uma precificação dinâmica, baseada em fatores como data da viagem, lotação do avião, demanda pelos destinos e o custo de operação das companhias aéreas. 


O bilhete médio mais caro entre os parlamentares pertence ao deputado Bohn Gass (PT), que custa R$ 1.033,48. De janeiro a maio, ele teve ressarcido o custo de 50 bilhetes, a um total de R$ 51.674,22. Em compensação, quem "conseguiu" o melhor preço nas passagens foi Pompeo de Mattos (PDT), cujo bilhete médio custa R$ 454,62. Ao todo, Pompeo deduziu R$ 34.551,46 de sua verba de gabinete, referente a 76 passagens. 


Quem comprou mais passagens aéreas foi o deputado Henrique Fontana (PT), que emitiu 140 passagens de janeiro a abril, em um total de R$ 68.168,08, o que acabou proporcionando ao parlamentar um bom "custo-benefício", já que seu bilhete médio ficou em R$ 486,91. Se os bilhetes fossem apenas individuais para o deputado, ele teria de viajar quase uma vez por dia durante cinco meses.


 Já o deputado que adquiriu menos bilhetes foi Giovani Cherini (PR), que tem 22 passagens aéreas ressarcidas de sua cota, em um total de R$ 13.013,99 - também o menor volume de gastos entre os 31 deputados gaúchos. Cherini passou parte do mandato afastado do cargo por licença médica. 


O parlamentar que tem o maior montante gasto em passagens aéreas de janeiro a maio foi Onyx Lorenzoni (DEM), que teve ressarcidos R$ 116.670,82 referentes a 130 passagens. Seu tíquete médio foi de R$ R$ 897,47, superior ao custo médio por bilhete na bancada gaúcha.


Cada um dos 513 deputados federais dispõe, mensalmente, de uma cota parlamentar variável por Estado. No caso do Rio Grande do Sul, o valor total por mês, por deputado, é de R$ 40.875,90, para ser utilizado em despesas como refeições, passagens aéreas e combustível. O parlamentar envia a nota fiscal da despesa para a Câmara e recebe o reembolso. 

Fonte: Jornal do Comércio
MAIS NOTÍCIAS
Anuncie em nosso site. Clique aqui!


Rádio Colonial AM - 1460 Khz
Travessa Dr. Bruno Dockhorn, n°18
Centro - Três de Maio/RS
Cep: 98910-000
Fone/Fax: (55) 3535-1022

E-mails
· colonialam@gmail.com
· colonialouvinte@gmail.com (para ouvintes enviarem seus recados)
ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK