Outras plataformas:
17/09/2019 | 01:35:36

Coordenadora da Vigilância Epidemiológica explica quem deve se vacinar contra o sarampo



O ressurgimento do sarampo em algumas cidades brasileiras levanta a dúvida: afinal, os adultos também devem tomar a vacina? A coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde de Três de Maio, Tatiane Wächter, as pessoas que, comprovadamente, foram vacinadas na infância no esquema de duas doses com intervalo mínimo de 30 dias entre elas não precisa de uma nova injeção. 


Ela explica que o sarampo é uma doença altamente contagiosa que pode evoluir para complicações graves. Os principais sintomas são febre, manchas avermelhadas na pele do rosto e tosse persistente.


Conforme a profissional, o esquema vacinal contra o sarampo para crianças é de uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses (a tetra viral) de idade. Porém, diante dos surtos da doença, principalmente em São Paulo, o Ministério da Saúde recomendou a chamada dose zero em bebês com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias.


Já os adultos que não tomaram as duas doses da vacina na infância ou não têm mais a caderneta de vacinação e não sabem se tomaram as duas doses, devem fazer a vacina novamente. 


Pessoas com até 29 anos podem tomar a versão tríplice viral (que protege ainda contra caxumba e rubéola) nos postos da rede pública de saúde de todo o país em duas doses, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.


Dos 30 aos 49 anos, ela é aplicada em uma dose, exceto para profissionais de saúde, que devem receber duas vezes.


- É importante que todas as pessoas que tenham dúvidas, compareçam à Unidade Central para conferir se as suas vacinas estão em dia. Além do sarampo, há várias outras doenças, como a febre amarela e a hepatite, que podem ser prevenidas com a vacinação – explica Tatiane.


Outro ponto importante: os brasileiros que já foram infectados com o vírus do sarampo não precisam tomar a vacina, porque a imunidade decorrente da invasão persiste para o resto da vida. O risco é que essa doença pode ser confundida com outras em virtude de sintomas similares.


Não há tratamento específico para o sarampo. O tratamento médico visa aliviar os sintomas.


Para quem a vacina é contraindicada?


As pessoas que se encaixem em um dos perfis abaixo devem consultar seu médico antes de tomar a vacina:


Gestantes


Pessoas com baixa imunidade ou gripadas


Pacientes em tratamento contra o câncer


Pacientes portadores de doenças que derrubam o sistema imunológico, como a Aids


 

Fonte: Redação
MAIS NOTÍCIAS
Anuncie em nosso site. Clique aqui!

AGENDA

19 de outubro de 2019BAILE DA CUCA E DA LINGUIÇA
Local: Entrada da Barrinha - Três de Maio
20 de outubro de 2019TRADICIONAL FESTA DO KERB
Local: Manchinha - Três de Maio
20 de outubro de 2019XVIII COSTELÃO BENEFICENTE DO ROTARY
Local: Parque de Exposições Germano Dockhorn - Três de Maio
27 de outubro de 2019FESTA DA CONGREGAÇÃO LUTERANA EMANUEL
Local: Esquina Budel - Independência
31 de outubro a 03 de novembro de 20195° EXPOINDE E 3° MOSTRA DA TERNEIRA
Local: Independência
AGENDA COMPLETA


Rádio Colonial AM - 1460 Khz
Travessa Dr. Bruno Dockhorn, n°18
Centro - Três de Maio/RS
Cep: 98910-000
Fone/Fax: (55) 3535-1022

E-mails
· colonialam@gmail.com
· colonialouvinte@gmail.com (para ouvintes enviarem seus recados)
ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK