Outras plataformas:
09/01/2020 | 00:01:07

Governo propõe descontar parceladamente dias parados do contracheque dos professores


Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Em nova reunião nesta quarta-feira (8), governo e Cpers-Sindicato não conseguiram chegar a um acordo sobre o pagamento dos dias parados e a recuperação das aulas. 


A proposta levada pela Secretaria Estadual da Educação (Seduc) é de pagar o salário da categoria relativo aos dias paralisados de forma integral em folha suplementar a ser rodada em até cinco dias úteis a partir da adesão da categoria ao acordo. No entanto, o Piratini não abre mão em descontar os dias paralisados pelos professores. A medida seria realizada de forma parcelada ao longo de seis meses.


Porém, quando for concluída a recuperação de 25 dias de aulas perdidos no ano passado, o Estado propõe uma nova rodada de negociação para discutir se mantém ou não o desconto.


Na prática, o Estado não vai abonar os dias parados.


O governo cortou o ponto dos professores grevistas ainda em novembro. Uma liminar da Justiça gaúcha manteve a ação, questionada pelo Cpers.


O secretário destaca que, nas escolas que estão com os portões fechados desde novembro, o novo ano letivo poderá começar somente em março. O Estado havia definido que as aulas de 2020 seriam iniciadas em 19 de fevereiro em toda a rede. Mas, com a recuperação e os 30 dias de férias a que a categoria tem direito, o prazo não poderia ser cumprido em todas as instituições.


Quanto ao calendário de recuperação, o principal entrave na negociação é referente à falta de tempo para que docentes que aderiram à greve possam gozar dos 30 dias de férias a que têm direito antes do início do ano letivo de 2020, previsto para 19 de fevereiro.


A presidente do Cpers, Helenir Schürer, criticou a nova proposta apresentada pelo governo, mas vai leva-la para a assembleia geral da categoria, na próxima terça-feira, dia 14, no Colégio Cândido José de Godoi em Porto Alegre..


Já o diretor do 35º Núcleo do Cpers de Três de Maio, Marino Simon, considerou a proposta do governo indecente. Em entrevista na Colonial FM, ele lembrou que os servidores estaduais estão com os salários atrasados há mais de quatro anos. 


 

Fonte: Redação
MAIS NOTÍCIAS
Anuncie em nosso site. Clique aqui!

AGENDA

29 de fevereiro de 2020BOLETIM PREMIADO
Local: Rádio Colonial - Três de Maio
08 de março de 2020TRADICIONAL FESTA DO PADROEIRO SÃO JOSÉ
Local: Km 13 - Três de Maio
AGENDA COMPLETA


Rádio Colonial AM - 1460 Khz
Travessa Dr. Bruno Dockhorn, n°18
Centro - Três de Maio/RS
Cep: 98910-000
Fone/Fax: (55) 3535-1022

E-mails
· colonialam@gmail.com
· colonialouvinte@gmail.com (para ouvintes enviarem seus recados)
ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK