Ouça agora

JORNAL DO MEIO DIA

com ELISIANE LUDWIG

Geral

Três de Maio comemora São João com festa em frente à prefeitura

Três de Maio comemora São João com festa em frente à prefeitura
  • 26/06/2017 - 14:40
Depois de quase um mês de festas juninas em escolas públicas e particulares de Três de Maio, enfim sábado foi a data oficial da festa de São João. O dia 24 de junho marcou o dia da comemoração e, com isso, fez com Três de Maio ficasse neste ano mais colorida com bandeirinhas, tendas de quentão, pipoca e pinhão e música para todos os gostos em frente ao Palácio Walter Ullmann. A primeira edição do “Arraiá Cultural” está sendo considerado positiva pelos organizadores. 
De acordo com o diretor do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, o calendário de eventos de Três de Maio ganhou uma festa popular que resgata a tradição das antigas comemorações de São João. “Nosso objetivo é que toda a nossa comunidade possa comemorar esta tradicional data em homenagem a um santo popular. Queremos realizar uma festa ainda melhor e maior no próximo ano”, destacou Allegretti. 
Ao se pronunciar na abertura do “Arraiá Cultural”, o prefeito Altair Copatti destacou a importância de eventos culturais e de lazer como forma de integrar a comunidade. “Nossa comunidade trabalha o ano inteiro para ter uma vida melhor e por isso merece também, de vez em quando, fazer festa”, disse o mandatário. 
A programação contou com apresentações musicais de gêneros variados, como forró, sertanejo, música gaúcha, samba e rock. Além disso, houve apresentações de coreografias juninas das escolas municipais. 
Na cultura popular brasileira, as festas juninas têm lugar especial, pois, além de valorizarem as tradições locais do país, também revelam muitos elementos históricos, religiosos e mitológicos curiosos, que passam despercebidos. Tais festas, como é sabido, seguem o calendário litúrgico da Igreja Católica, que, no processo de assimilação dos antigos cultos pagãos europeus – na transição da Idade Antiga para a Idade Média –, acabou por substituir os rituais dedicados aos deuses médio-orientais, gregos, romanos e nórdicos por festas dedicadas aos santos.
 
Fonte: Reda