Horário sem programação!

Polícia

Ronaldinho é flagrado com passaporte falso no Paraguai

  • 05/03/2020 - 08:07
Ronaldinho é flagrado com passaporte falso no Paraguai
Ronaldinho e o irmão, Assis, foram revistados em hotel no Paraguai pela polícia e Ministério Público - Divulgação / Ministério Público do Paraguai
O ex-jogador Ronaldinho foi flagrado na noite desta quarta-feira (4) com passaporte falso no Paraguai. Depois de jornais locais divulgarem o fato, o Ministério Público do Paraguai confirmou a informação. 
A suíte na qual o ex-atleta está hospedado, no Hotel Yacht e Golf Club, na cidade de Lambaré, próximo à Assunção, foi alvo de uma ação do Ministério Público juntamente com a polícia do país. Foram encontrados dois passaportes adulterados: um com o nome de Ronaldinho e outro atribuído ao seu irmão, Roberto de Assis Moreira. Eles estão sob custódia no quarto da hospedagem. Ambos devem prestar depoimento nesta quinta-feira (5).
"A suíte onde Ronaldinho está hospedado foi revistada. Vários documentos, C.I. e passaportes paraguaios com os nomes de Ronaldinho e seu irmão. Investigação em andamento", confirmou no Twitter o Ministério Público paraguaio. 
O órgão também informou que Ronaldinho e Assis não foram detidos, e que "encontram-se em livre comunicação na suíte". 
— Eles entraram com documentos adulterados. Não estão detidos, estão sob investigação judicial e terão que prestar depoimento. Aí se decidirá se serão detidos ou não. No momento, há um empresário brasileiro que está detido. De acordo com as declarações iniciais, ele foi o responsável pela adulteração — disse o ministro do Interior, Euclides Acevedo, ao portal do canal ESPN.
GaúchaZH entrou em contato com Assis por telefone no final da noite de quarta. Após atender à ligação, o também ex-jogador afirmou que não poderia responder e desligou.
Ronaldinho chegou pela manhã ao país para participar de dois eventos e foi recebido com festa. No Aeroporto Silvio Pettirrossi, em Luque, região metropolitana de Assunção, Ronaldinho teve uma recepção animada, graças à presença de um grande número de fãs.
Policiais providenciaram um cerco para evitar a aproximação ao astro. Segundo o jornal ABC, o ex-camisa 10 da Seleção Brasileira faria parte do lançamento de um programa social, organizado pela Fundação Fraternidade Angelical, nesta quinta-feira (5). No mesmo dia, Ronaldinho lançaria ao mercado paraguaio um livro que conta sua história. Os dois eventos acontecerão no salão de festas do Iate & Golf Club Paraguaio.
Em 2018, Ronaldinho e Assis tiveram seus passaportes apreendidos em decisão proferida pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS). A medida foi tomada após eles serem condenados, em 2015, por crime ambiental por causa de uma construção ilegal de um trapiche no Guaíba, em Porto Alegre, próximo à mansão do ex-atleta na zona sul. A área era considerada preservação permanente, e eles não tinham autorização para construir o píer.
Postado por Paulo Marques
Fonte: Ga