Ouça agora

STUDIO 94

com JEVERSON MARTINS

Regional

Santo Ângelo decide multar quem não usar máscaras de proteção

  • 28/04/2020 - 19:37
  • Atualizado 29/04/2020 - 00:24
Santo Ângelo decide multar quem não usar máscaras de proteção
Facebook/Prefeitura de Santo Ângelo

A Prefeitura de Santo Ângelo publicou nesta terça-feira (28) o decreto número 3.908 que estabelece novas medidas para fins de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus. Entre as mudanças estão à obrigatoriedade de uso de máscaras para quem frequentar estabelecimentos comerciais, agências bancárias e templos religiosos e responsabilização pelo descumprimento das orientações. 

As mudanças foram estabelecidas pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 diante da confirmação de um caso da doença em cidade missioneira. 

O prefeito Jacques Barbosa destaca que o Comitê faz uma avaliação permanente da situação para adotar as medidas. “O desafio é muito grande e todos nós somos responsáveis pela nossa e pela proteção dos demais, por isso, temos que seguir as recomendações de evitar aglomeração, usar máscara, usar álcool em gel e manter o devido distanciamento social”, afirma o prefeito.

 A multa para quem não estiver usando será de R$ 150 e passará a ser aplicada na quinta-feira (30). As lojas que permitirem a entrada de clientes sem a proteção também serão multadas no mesmo valor.

Também passa a ser obrigatório o uso de máscaras por todos os trabalhadores e usuários do transporte coletivo e individual dos passageiros, incluindo os serviços de táxi e de aplicativos.

Os valores arrecadados serão revertidos para um Fundo de Combate ao Coronavírus. A fiscalização será feita pelas equipes da Prefeitura.

O telefone disponibilizado para as denúncias é o 99707-1919.

Também serão implementadas barreiras sanitárias. Na Estação Rodoviária, equipe formada pela Secretaria Municipal de Saúde, 1º Batalhão de Comunicações e Brigada Militar estarão recepcionando as pessoas que chegarem. Elas preencherão um formulário e passarão pela verificação da pressão corporal. Para isso, foram adquiridos termômetros a laser. Em caso de temperatura corporal acima de 38º C, a pessoa será encaminhada à UPA para uma melhor verificação. Esse trabalho será realizado na chegada dos ônibus das localidades consideradas de risco e teve início no final da tarde desta terça-feira (28).

 

Fonte: Redação