Horário sem programação!

Esportes

Inter perde para o Fortaleza e tem liderança do Brasileirão ameaçada

Para seguir no topo da competição, time de Coudet torce por tropeços de Atlético-MG e Vasco

  • 19/09/2020 - 21:09
Inter perde para o Fortaleza e tem liderança do Brasileirão ameaçada
Inter de Léo Ferreira sofreu sua segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro - Ricardo Duarte / Inter/Divulgação

O Inter sofreu sua segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro e corre o risco de perder a liderança na sequência da 11ª rodada. Na noite deste sábado (19), o time gaúcho até teve boas chances, mas acabou derrotado pelo Fortaleza por 1 a 0, com gol do volante Felipe aos 20 minutos do segundo tempo. Com a derrota, o Inter segue com 20 pontos e pode ser ultrapassado pelo Atlético-MG, que enfrenta o Atlético-GO, ainda neste sábado. Vasco também pode igualar a pontuação colorada no complemento da rodada neste domingo.

O time de Eduardo Coudet volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30min, para enfrentar o Grêmio no segundo Gre-Nal da história da Libertadores. Além da busca por manter a liderança isolado do Grupo E, o Inter tentará acabar com o jejum de dois anos sem superar o maior rival.

Com as atenções no Gre-Nal, Eduardo Coudet mandou a campo um time bastante modificado para enfrentar o Fortaleza. Dos cotados para começar o clássico de quarta-feira, apenas Marcelo Lomba, Zé Gabriel, Saravia e Patrick iniciaram diante dos cearenses. Suspensos na Libertadores, Edenilson e Moisés reforçaram a equipe mista colorada, que teve como novidade a presença do garoto Léo Ferreira, de 19 anos, ao lado do argentino Leandro Fernández no ataque.

E foi com Léo Ferreira que o Inter teve sua primeira finalização logo a um minuto de jogo. Após jogada que iniciou com Saravia e passou por Johnny, Edenilson cruzou da direita e o jovem atacante desviou de cabeça para fora. 

O começo de partida do time gaúcho foi de tentativa de imposição no campo de ataque. O Fortaleza, porém, não se intimidou e, mesmo pressionado, procurou sair jogando da sua defesa durante toda a primeira etapa. 

A equipe da casa foi aos poucos conseguindo se aproximar do gol de Marcelo Lomba. As primeiras tentativas foram em cruzamentos para a área, mas sem perigo. Aos 18, o volante Felipe assustou. Ele arriscou um chute de fora da área e mandou muito perto do gol. A resposta vermelha veio com Leandro Fernández. O argentino recebeu passe de Edenilson, conseguiu girar em cima da marcação de Paulão e finalizou acertando a rede pelo lado de fora.

Pouco antes dos 30 minutos, Coudet ganhou uma preocupação para o Gre-Nal. Patrick sentiu dores na coxa direita e precisou ser substituído. Nonato foi chamado para o seu lugar. No Fortaleza, também por lesão, Ceni precisou sacar o zagueiro Quintero e mandou o ex-colorado Jackson a campo.

O Inter teve sua melhor chance de gol antes do intervalo aos 31, quando Leandro Fernández ganhou de Jackson, invadiu a área e tentou o passe para Léo Ferreira, mas a bola foi forte e o garoto não conseguiu alcançar no carrinho já dentro da pequena área. Nos minutos finais foi a vez de Johnny sentir lesão. Ele não voltou para o segundo tempo, dando lugar a D’Alessandro.

A etapa final começou com um lance polêmico. Em uma disputa na área do Fortaleza, Paulão acertou a perna de Musto quando chegou atrasado para cortar um cruzamento. O árbitro Marielson Alves Silva foi chamado pelo VAR para rever o lance, mas optou por não marcar a penalidade.

O Inter teve sua primeira grande chance no segundo tempo aos 15 minutos em lance com protagonismo de D’Alessandro. O camisa 10 deu um belo passe para o compatriota Leandro Fernández, que bateu por cima do gol de Felipe Alves. 

Quando o jogo tinha o Inter comandando as ações, um erro de Nonato custou caro. Em uma lateral para a área colorada, o meia cortou mal e deu a bola nos pés de Felipe, que chutou de primeira para vencer Marcelo Lomba e abrir o placar para aos 20.

Atrás no placar, Coudet se viu obrigado a mandar mais dois titulares a campo. O atacante Abél Hernández e o meia Boschilia entraram nos lugares de Léo Ferreira e Leandro Fernández. As trocas, porém, foram insuficientes para o Inter fazer uma pressão no final. Uma cabeçada de Musto em escanteio foi uma rara chance do empate. 

Coudet ainda fez uma última troca com Lindoso no lugar de Nonato, mas o placar estava definido mesmo com o gol de Felipe. O Inter, assim, chegou a sua segunda derrota seguida no Brasileirão.

Postado por Paulo Marques

Fonte: Gaúcha ZH