Ouça agora

ALVORADA MUSICAL

com PAULO MARQUES

Economia

Caixa inicia hoje saque da 2ª parcela do auxílio de R$ 300

  • 19/10/2020 - 09:27
  • Atualizado 19/10/2020 - 16:30
Caixa inicia hoje saque da 2ª parcela do auxílio de R$ 300

Começa nesta segunda-feira (19/10) o saque da segunda parcela do auxílio emergencial residual, de R$ 300, para os inscritos no Bolsa Família. A partir de hoje, o dinheiro está liberado para quem tem o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 1. As informações são do portal Uol.

Mulheres chefe de família, com pelo menos um dependente menor de idade, têm direito a duas cotas, somando R$ 600 por parcela.

Até 30 de outubro, todos do Bolsa Família que têm direito ao auxílio residual poderão sacar a segunda parcela. Os saques serão liberados por ordem do dígito final do NIS.

Não é possível acumular integramente pagamentos do auxílio e do Bolsa Família. Se o valor do seu Bolsa Família é inferior a R$ 300, você vai receber parcelas de R$ 300. Se for superior a R$ 300, vai receber o valor do Bolsa Família.

Os beneficiários podem sacar o dinheiro por meio do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Quem não está no programa Bolsa Família e tem direito ao auxílio recebe nos ciclos de pagamento.

A Caixa chama de ciclo cada calendário em que os beneficiários recebem pelo menos uma parcela, independente de qual seja. Esses cronogramas seguem por ordem do mês de aniversário, começando com os nascidos em janeiro e terminando com os de dezembro.

A cada ciclo há dois cronogramas, ambos levando em conta a data de nascimento do beneficiário.

Na primeira etapa, o dinheiro é depositado em uma poupança digital da Caixa e, nesse caso, os valores podem ser usados apenas para pagamento de contas e boletos e para compras por meio de cartão virtual. É necessário usar o aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS). A segunda etapa é para o saque do auxílio ou para transferir o dinheiro a outra conta.

O ciclo 1 já se encerrou. Está em andamento a fase de saques ciclo 2.

No total, serão seis ciclos de pagamento, com depósitos até 29 de dezembro e saques até 27 de janeiro.

A quantidade de parcelas total a que a pessoa terá direito depende do mês em que ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

Quem recebeu a 1ª em abril: 9 parcelas

Quem recebeu a 1ª em maio: 8 parcelas

Quem recebeu a 1ª em junho: 7 parcelas

Quem recebeu a 1ª em julho: 6 parcelas

Quem contestou o cadastro por meio da plataforma digital entre os dias 20 de julho e 25 de agosto e for considerado elegível receberá no total 5 parcelas de R$ 600 a primeira no ciclo 3 e as duas últimas juntas no ciclo 6.

Esse grupo não terá direito a nenhuma parcela do chamado auxílio emergencial residual, de R$ 300.