Ouça agora

JORNAL DO MEIO DIA

com PAULO MARQUES

Saúde

Prefeitura de Cruz Alta decreta toque de recolher para conter Covid-19

  • 30/10/2020 - 21:34
  • Atualizado 30/10/2020 - 21:39
Prefeitura de Cruz Alta decreta toque de recolher para conter Covid-19
Reprodução

A prefeitura de Cruz Alta decretou, na última quarta-feira (28/10), toque de recolher nas vias públicas da cidade. Segundo o município, o aumento do número de casos de coronavírus e o crescimento nas internações nos hospitais, principalmente por moradores da cidade, motivaram a medida. As UTIs das duas instituições que atendem pacientes com a covid-19 estão praticamente lotadas. Pelo mapa preliminar do sistema de distanciamento controlado do governo do Estado, a região de Cruz Alta está classificada na bandeira vermelha. As informações são do site GZH.

Pelo decreto, está proibida a circulação de pessoas em vias públicas das 21h30 até as 5h, exceto para a circulação dos trabalhadores da área da saúde, assistência social e segurança, e salvo nos casos de comprovada necessidade ou urgência. A medida também tem validade para o comércio e restaurantes, sendo vedado inclusive o funcionamento pelo sistema de take away (pague e leve). Porém, o atendimento por telentrega está mantido.
Podem seguir abertas as farmácias, postos de combustíveis, hotéis, estação rodoviária, transporte individual e coletivo, serviços de saúde, construção civil e a indústria.

O prefeito de Cruz Alta, Vilson Roberto Bastos dos Santos, afirma que foi necessária a publicação do decreto pelo quadro atual na região, principalmente pela quantidade de infectados que são residentes do município.

— Essa é a primeira vez desde que começou a pandemia que temos tantas pessoas de Cruz Alta infectadas. Antes, era mais dividido, com muitos pacientes de outras cidades vizinhas. Agora, isso mudou e vem crescendo a cada dia. Já precisamos, ontem (quinta-feira) transferir cinco pessoas para outros hospitais por falta de leitos locais — revelou o prefeito.

Nesta sexta-feira (30), as Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) dos dois hospitais da cidade – um público e outro privado – estão praticamente lotadas. De acordo com a prefeitura, o Hospital de Cruz Alta está com 95% da capacidade de internação.

Fonte: Redação