Ouça agora

MANHÃ SHOW

com ELISIANE LUDWIG

Esportes

Jean Pyerre marca de falta, Grêmio vence Ceará por 4 a 2 e cola no G-6 do Brasileirão

Além do novo camisa 10, Pepê, Diego Souza e Churín balançaram as redes do adversário

  • 14/11/2020 - 21:12
Jean Pyerre marca de falta, Grêmio vence Ceará por 4 a 2 e cola no G-6 do Brasileirão
Marco Favero / Agencia RBS

O Grêmio contou com uma apresentação de luxo de Jean Pyerre para vencer o Ceará por 4 a 2 na noite deste sábado (14), na Arena. Em seu primeiro jogo com a camisa 10, o garoto fez tudo que se espera de um meia. Armou, organizou, finalizou, marcou e coroou sua atuação com um golaço de falta, além de ter participado dos outros três gols gremistas.
Além de Jean Pyerre, os atacantes Pepê, Diego Souza e Diego Churín balançaram as redes para o Tricolor, enquanto Kelvyn e Tiago Pagnussat descontaram para os visitantes.

Com o resultado, o Grêmio chegou a sua sétima vitória seguida na temporada, marca inédita sob o comando de Renato Portaluppi. Além disso, chegou a 33 pontos na tabela e colou no G-6, o grupo de classificados para a Libertadores. No total, são 10 jogos sem derrota. O Tricolor volta a campo na quarta-feira, às 16h30min, para enfrentar o Cuiabá, na Arena, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Por ter vencido no Mato Grosso, o time gaúcho tem a vantagem do empate para avançar à semifinal. 
Em busca da aproximação aos primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, Renato Portaluppi escalou quase todos os titulares à disposição para enfrentar o Ceará. Assim, Jean Pyerre, Pepê e Diego Souza começaram a partida no setor ofensivo, que teve ainda Luiz Fernando. As maiores preservações ocorreram na defesa, onde Geromel e David Braz ficaram no banco e a zaga foi formada Paulo Miranda e o garoto Rodrigues.

Os primeiros minutos do jogo já mostraram que o time gremista estava em uma boa noite. Logo aos 5, Diego Souza, bastante participativo, saiu da área e fez um lançamento na medida para Jean Pyerre, que chutou por cima. A dupla fez outra jogada aos 9, mas de forma invertida. O camisa 10 lançou o centroavante, que invadiu a área e foi travado na hora do chute por Tiago Pagnussat.

Renato precisou mexer no time aos 11 para colocar David Braz no lugar de Paulo Miranda, lesionado, uma mudança que não afetou o ímpeto ofensivo do time gremista. Aos 16, Jean Pyerre chutou de fora da área e obrigou Fernando Prass a fazer uma difícil defesa. Ele parecia estar apenas calibrando o pé.

Outro que também mostrava qualidade nas ações era Pepê, que fez bela jogada individual e foi derrubado por Tiago Pagnussat na entrada da área aos 19. Coube a Jean Pyerre fazer a cobrança. O camisa 10 bateu colocado e a bola passou por dentro da barreira sem dar tempo de reação para Fernando Prass. Um belo gol para abrir o placar.

Se já era superior, o gol deu ainda mais confiança ao Grêmio, que seguiu atacando até chegar ao segundo gol. Aos 32, Jean Pyerre tocou para Luiz Fernando. Ele cruzou para o meio da pequena área e Pepê apareceu como um raio para desviar para as redes: 2  a 0.

O Grêmio teve um momento de desatenção com a vantagem de dois gols e permitiu ao Ceará uma chance para descontar. Aos 35, Kelvyn arriscou da entrada da área e um desvio em David Braz tirou Vanderlei da jogada.

O time visitante sequer teve tempo de buscar o empate porque novamente Jean Pyerre apareceu. Dessa vez com a inteligência para ler bem um lance. Ele aproveitou um erro de posicionamento da defesa do Ceará e bateu um lateral rápido encontrando Luiz Fernando em profundidade. O atacante serviu Diego Douza, que chutou no canto de Prass e definiu o placar de 3 a 1 antes do intervalo.

Dominado ao longo de toda a primeira etapa, o técnico Guto Ferreira tentou tornar sua equipe mais agressiva no segundo tempo com a entrada do volante Charles no lugar de Ricardinho. A equipe visitante, porém, não mostrou um poder ofensivo para ameaçar Vanderlei. Mesmo em ritmo mais lento, o Grêmio seguiu dominando.

Aos 24 minutos, Renato mexeu no ataque. Diego Churín e Everton entraram nos lugares de Diego Souza e Pepê. E o centroavante argentino precisou de menos de um minuto em campo para fazer seu primeiro gol pelo Grêmio. A jogada teve mais uma vez os pés de Jean Pyerre, que cruzou pelo alto para o centroavante testar sem chances para Prass: 4 a 1.  

Renato ainda fez mais duas mudanças, dessa vez no meio-campo, com Lucas Silva e Thaciano nas vagas de Darlan e Matheus Henrique para manter o controle com dois jogadores descansados. A partida seguiu morna até que nos acréscimos, Tiago Pagnussat subiu mais alto que Rodrigues em escanteio e descontou: 4 a 2, placar final.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH