Ouça agora

ESTAÇÃO 94,7

com JEFERSON PERCOSKI

Agricultura

Certhil celebra 51 anos com grandes investimentos na geração de energia

  • 23/11/2020 - 10:56
  • Atualizado 23/11/2020 - 13:37
Certhil celebra 51 anos com grandes investimentos na geração de energia
Reprodução

A Certhil comemora hoje (23 de novembro) 51 anos de fundação. Do primeiro poste erguido no dia 31 de março de 1971 até hoje, a cooperativa de eletrificação rural se transformou em duas: a Certhil Distribuição e a Certhil Desenvolvimento, se adaptando às necessidades dos cooperados e as inovações do mercado energético. Atualmente atua diversas áreas com uma gama de serviços que vão desde a elaboração e execução de projetos elétricos até mesmo a comercialização de produtos diversificados.

Nesta manhã o presidente da Certhil Celso Benedetti destacou a importância da data e relembrou a história da cooperativa, quando os primeiros associados se uniram para levar a energia elétrica até suas propriedades rurais.

Benedetti ressaltou que apesar da pandemia do novo coronavírus estão sendo feitas grandes inovações. A Subestação 69, de 23kW, que está sendo construída na localidade de Nossa Senhora do Carmo, terá investimento em torno de R$ 30 milhões. A linha de transmissão de energia está sendo instalada do Bairro Cruzeiro em Santa Rosa até o terreno localizado no lado da empresa Lactalis.

De acordo com ele, o investimento permitirá que os clientes da Certhil Distribuição recebam em suas residências e propriedades rurais uma energia de melhor qualidade.

- As famílias rurais estão usando mais aparelhos eletroeletrônicos e isso demanda uma energia mais confiável. Além disso, a produção de leite e de suínos se tornou mais automatizada. Estamos fazendo esse investimento para entregar uma energia de melhor qualidade para desenvolver o agronegócio – afirma o presidente.

Juntamente com outras três cooperativas, a Certhil realizou em outubro o leilão para a compra de energia no mercado livre, obtendo o melhor preço já conseguido pelas cooperativas gaúchas. Segundo Benedetti, o objetivo da iniciativa é compensar o desconto na tarifa de energia que existia para o consumidor rural que foi retirado pelo governo federal.

A Certhil Distribuição também já está desenvolvendo projeto para ampliar a potência da Pequena Central Hidrelétrica no Rio Buricá. A licença de ampliação da usina já foi concedida pela Fepam. Com o reforço da terceira turbina, a PCH terá capacidade de gerar 2,7kW.

Benedetti também destacou que a Certhil Desenvolvimento vai construir a sua fábrica de artefatos de cimento na Área Empresarial II. Já foram comprados quatro lotes e mais quatro serão adquiridos em área total de 12 mil metros quadrados para a construção do pavilhão.

Fonte: Redação