Ouça agora

ESTAÇÃO 94,7

com JEFERSON PERCOSKI

Saúde

Copatti diz que novo decreto estadual para conter Covid-19 será seguido à risca em Três de Maio

  • 03/12/2020 - 10:21
Copatti diz que novo decreto estadual para conter Covid-19 será seguido à risca em Três de Maio

O prefeito de Três de Maio Altair Copatti anunciou na manhã desta quinta-feira (03/12) que o município vai seguir rigorosamente as novas medidas emergenciais, divulgadas na segunda-feira (30/11) pelo governador Eduardo Leite para conter o avanço do coronavírus.

Em entrevista à Colonial, Copatti disse que o município teria autonomia para adotar regras mais rígidas que as adotadas pelo Estado, porém o Comitê Municipal de Enfrentamento à Pandemia considera que não há necessidade.

- Tudo aquilo que está no decreto estadual nós vamos seguir. A Prefeitura vai fazer a fiscalização, o Ministério Público já nos cobrou todas estas providências, mas não haverá mais restrições, além daquelas que o estado já propôs – afirmou o mandatário.

O decreto estadual estabelece que os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços em geral, ficam autorizados a funcionar até as 20h. Já os restaurantes, lancherias e bares podem funcionar até as 22h, apenas com clientes sentados, mantendo distanciamento de dois metros entre as mesas para grupos de até seis pessoas. Música ao vivo ou som alto que prejudique a comunicação estão proibidos.

Os serviços de telentrega e pegue e leve poderão funcionar até as 23h.

Em reuniões privadas e familiares, o limite máximo é de até 10 pessoas, não incluindo crianças de até 14 anos. Festas e eventos de fim de ano, sejam de prefeituras ou de estabelecimentos privados, inclusive em condomínios, ficam suspensas, assim como a possibilidade de patrocínio por parte de por empresas públicas ou apoio de órgãos públicos.

As regras mais rígidas impactam também as atividades realizadas ao ar livre. O governo proíbe, agora, a permanência em locais abertos sem controle de público (ruas, praias, parques, praças, etc.), ficando permitida apenas a circulação ou a prática de exercícios físicos.

As medidas mais rígidas para o combate ao vírus valem por pelo menos duas semanas, mas podem ser prorrogadas se os números de casos de Covid-19 não baixarem. Desta forma, a abertura do comércio três-maiense até as 22h, no horário especial de Natal, previsto para iniciar no próximo dia 16, depende desta decisão.

Copatti também disse que a fiscalização será intensificada, contando com o apoio da Brigada Militar. Porém, num primeiro e segundo momento os fiscais vão orientar as pessoas sobre as regras. Se a partir daí houver reincidência serão tomadas as medidas previstas no decreto, que pode até mesmo ser a interdição do estabelecimento.

Fonte: Redação