Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

Polícia

Família pede justiça para menina que teria sido sedada e estuprada em Ijuí

  • 27/01/2021 - 17:32
Família pede justiça para menina que teria sido sedada e estuprada em Ijuí
Leonardo Carlini

Quatro meses depois da morte de Milena Eduarda Deckert Schreiber, os pais acreditam que a menina foi sedada e estuprada. Ela saiu de casa no dia 20 de setembro do ano passado para participar de um almoço alusivo  a Semana Farroupilha do piquete participava na localidade de Capão Bonito, na área rural de Ijuí, que fica a cinco quilômetros da propriedade onde Milena vivia com a irmã e os pais Márcia Cristiane Deckert Schreiber, 39 anos, e Cristiano Schreiber, 42 anos.  

Às 10h, a mãe levou as filhas ao churrasco – como estava com crise de rinite alérgica, não ficou para a confraternização. Combinou que buscaria as duas entre 14h30min e 15h. Mas pouco antes disso, os pais receberam um telefonema da caçula informando que a irmã havia sido hospitalizada. Com uma grave hemorragia vaginal, Milena foi socorrida, e a equipe médica tentou reanimá-la. Quando a família chegou ao hospital, ela já havia morrido. Um adolescente de 17 anos é suspeito de ter sido o autor da violência, que resultou na morte de Milena.  

A apuração do caso foi concluída pela Polícia Civil no início deste mês e encaminhada ao Judiciário. Agora, o Ministério Público analisa o caso. Até então, a família da adolescente não vinha se manifestando. Mas após ter acesso à investigação os parentes começaram uma campanha na internet, pedindo por Justiça.

 —  Ela tinha 15 anos, também era menor, e foi morta de uma forma que uma mulher jamais deveria sofrer, de uma maneira covarde. A minha filha saiu para um almoço em uma casa de família. E foi vítima de um crime — desabafa o pai.

A Polícia Civil não se manifesta em razão do segredo de Justiça.

Fonte: Com informações do site GZH.