Horário sem programação!

Educação

Secretária confirma retomada das aulas em formato híbrido no dia 1º de março

  • 15/02/2021 - 10:26
  • Atualizado 15/02/2021 - 19:57
Secretária confirma retomada das aulas em formato híbrido no dia 1º de março

A secretária da Educação de Três de Maio, Vera Kühler, confirmou na manhã de hoje, em entrevista à Rádio Colonial, que as aulas nas escolas municipais serão retomadas no dia primeiro de março, revezando as turmas em sistema híbrido, com atividades remotas e presenciais. A rede municipal de Educação tem quase dois mil alunos matriculados.

Conforme Vera, as escolas foram adequadas para receber alunos, professores e funcionários com segurança, de acordo com os protocolos sanitários os planos de contingência para prevenir a Covid-19 e evitar o contágio no ambiente escolar. Será feita a aferição da temperatura na entrada e oferta de álcool gel para higienização constante das mãos. Cada turma terá um horário diferente para o recreio.

Vera explicou que nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) o retorno para as turmas de creche (0-3 anos) será de forma híbrida, com atendimento diário e parcial, sendo que 50% das crianças serão atendidas no turno da manhã e 50% no turno da tarde. Para as turmas de pré-escola (4 e 5 anos) as turmas terão revezamento semanal.

Em um primeiro momento não será servido almoço nas escolas.

Já para o Ensino Fundamental (EMEFs) da cidade, o retorno das aulas será realizado de forma híbrida, com 50% de capacidade e revezamento semanal. O retorno será obrigatório aos profissionais da educação que não tenham comorbidades.

Na Escola de Tempo Integral Bem Viver Caúna, o retorno das aulas será realizado de forma híbrida, com 50% de capacidade e revezamento diário integral, no período das 9h às 16h.

Vera salienta ainda que o retorno das aulas nas demais escolas do interior será realizado de forma presencial e diário, com 100% de capacidade, no período das 7h30 às 11h30 na Escola Martinho Lutero e no período das 13h30 às 17h30 nas EMEFS Frederico Lenz e São Caetano.

Conforme a secretária, o retorno presencial é opcional e o aluno que não voltar à sala de aula agora não vai perder a vaga. Alunos e professores que fazem parte dos grupos de risco para a Covid-19 não devem retornar.
 

Fonte: Redação