Ouça agora

STUDIO 94

com JEVERSON MARTINS

Polícia

IGP mantém perícias apesar de incêndio em prédio da Segurança Pública

Somente a parte administrativa foi afetada. Laudos e laboratórios estão preservados

  • 16/07/2021 - 09:33
  • Atualizado 16/07/2021 - 09:34
IGP mantém perícias apesar de incêndio em prédio da Segurança Pública
Rodrigo Ziebell/SSP

Um incêndio de grandes proporções atingiu na noite desta 4a feira o prédio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre, onde operava a sede administrativa do IGP. Neste local funcionava a Divisão de Pessoal, a Divisão de Material, a Divisão de Patrimônio, a sede do Departamento de Perícias do Interior (DPI) e o Gabinete da Direção Geral. Nenhum servidor do IGP foi ferido e todas as perdas foram apenas materiais. No prédio não havia laudos, que hoje são eletrônicos. Dessa forma, não haverá prejuízo para as perícias e nem mesmo para as provas periciais, que não eram armazenadas no local.

A diretora-geral do IGP, Heloisa Kuser, lamentou o incêndio no prédio. "Hoje é um dia muito triste para o IGP. Toda a nossa área administrativa foi destruída pelo fogo. Tínhamos documentos, equipamentos, materiais que resgatavam nossa história. Em um primeiro momento estamos unindo esforços junto ao governador e ao vice-governador para que nós não paremos nossas atividades, para que tenhamos a continuidade do nosso serviço".

A diretora ressaltou ainda que o trabalho da perícia já foi iniciado no local para descobrir as possíveis causas do incêndio. "Vamos determinar, se possível, a origem de fogo e todas as respostas necessárias. Somente a análise do local, os depoimentos das testemunhas e as imagens que vamos resgatar vão dar as respostas". 

A previsão é de que o Departamento Administrativo, a Corregedoria Geral e a Supervisão Técnica sejam realocados nos Departamentos de Criminalística, de Identificação e no Departamento Médico-Legal, que funcionam em outros prédios e não sofreram nenhum prejuízo. O Centro Regional de Excelência em Perícias Criminais (Crepec), o prédio novo do IGP, previsto para ser inaugurado ainda este ano, foi usado pelo Corpo de Bombeiros como fonte de água para fazer os trabalhos. O edifício vai abrigar a direção do IGP e todo o Departamento de Criminalística e o Departamento de Perícias Laboratoriais, além da administração do Departamento de Perícias do Interior.

Ainda na noite desta 4a feira, em uma coletiva de imprensa, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, garantiu que os prejuízos para o IGP foram apenas administrativos. "Não há qualquer possibilidade de que provas criminais estivessem depositadas aqui. Não há qualquer prejuízo quanto a isso", afirmou.

Carteiras de identidade - o agendamento e o atendimento para carteiras de identidade pelo site do IGP (www.igp.rs.gov.br) permanece normal. Para casos emergenciais, o Departamento de Identificação do IGP em Porto Alegre está atendendo pelo telefone (51) 3223-6122. O telefone (51)3288-5150 está temporariamente suspenso em razão do incêndio.

IGP inicia serviço do prédio sinistrado

Três peritos criminais e dois fotógrafos criminalísticos do Departamento de Criminalística do IGP iniciaram o levantamento preliminar no prédio da Secretaria de Segurança Pública, atingido por incêndio na noite desta 4a feira, 14. Eles fazem o registro da situação externa do prédio, observando onde a estrutura está mais deteriorada -vestígios importantes para  entender a dinâmica do incêndio e do desabamento. Imagens de drones devem ser captadas para observar os locais mais atingidos e os locais de difícil acesso. O trabalho deve continuar com a análise das imagens obtidas no início do fogo, além de documentos, como a planta do local, e o depoimento das testemunhas.

Postado por Paulo Marques

Fonte: ASCOM/IGP