Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

com REDE GAÚCHA SAT

Polícia

Mãe e filha são encaminhadas a presídio em Guaíba por abandonarem cães em Novo Hamburgo

Testemunha disse que viu mulheres arremessando uma cadela adulta e cinco filhotes pela janela de um carro. Um deles morreu

  • 14/09/2021 - 08:08
Mãe e filha são encaminhadas a presídio em Guaíba por abandonarem cães em Novo Hamburgo
Os cinco animais sobreviventes foram recolhidos e entregues ao Canil Municipal de Novo Hamburgo - Jade Guimarães/ Prefeitura de Novo Hamburgo / Divulgação

Uma mulher de 53 anos e sua filha, de 26, foram detidas às 19h30min de domingo (12) em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, após serem vistas arremessando uma cadela adulta e cinco filhotes pela janela de um carro. O crime ocorreu na Estrada do Quilombo, no bairro Lomba Grande. Um dos filhotes morreu. As mulheres foram presas em flagrante e encaminhadas à Penitenciária Feminina de Guaíba nesta segunda-feira (13).

De acordo com o delegado Ivair Matos Santos, titular da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, um cidadão que estava próximo ao local presenciou o crime e seguiu o veículo.

— Ele mesmo deteve as mulheres com ajuda de vizinhos e aguardou a chegada da Brigada Militar — diz o delegado.

As duas mulheres responderão pelo crime de maus-tratos qualificados contra animais. A qualificadora do delito ocorre por se tratarem de animais domésticos. Segundo Santos, a pena varia de dois a cinco anos de detenção, com aumento de um sexto a um terço da pena, já que um dos filhotes morreu.

Os cinco animais sobreviventes foram recolhidos e entregues ao Canil Municipal de Novo Hamburgo. Em breve, os cães estarão disponíveis para adoção.

— São feitos trabalhos de prevenção recorrentes em locais que são reconhecidos pelo abandono — diz o secretário municipal de Meio Ambiente de Novo Hamburgo, Ráfaga Fontoura.

Também são feitas palestras e reuniões com a comunidade, segundo a secretaria. Denúncias podem ser feitas pelo número 3097-9400, neste site ou nos telefones da Brigada Militar.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH