Ouça agora

EXPRESSO 94

com JEFERSON PERCOSKI

Polícia

Primo da enfermeira morta em Alegrete é preso por suspeita de envolvimento no homicídio

Priscila Ferreira Leonardi, 40 anos, estava em férias no Brasil para tratar de pendências no inventário de herança do seu falecido pai

Primo da enfermeira morta em Alegrete é preso por suspeita de envolvimento no homicídio
Corpo de Priscila Leonardo Ferreira, 40 anos, foi encontrado no dia 6 de julho no Rio Ibirapuitã - Paloma Scalco / Arquivo Pessoal
  • 14/07/2023 - 10:17

A Polícia Civil cumpriu mandado de prisão temporária, na tarde desta quinta-feira (13), em Alegrete, contra Emerson da Silveira Leonardi, 30 anos. Segundo nota divulgada pelo órgão no final desta quinta, ele é primo e suspeito de ser o principal autor do homicídio e da ocultação de cadáver da enfermeira Priscila Ferreira Leonardi. Ela morava em Dublin, na Irlanda, e estava em férias no Brasil para tratar de pendências no inventário de herança do seu falecido pai. (Confira a nota no final da matéria).

A prisão de Emerson foi feita pela delegada Fernanda Graebin Mendonça, da 1ª Delegacia de Polícia de Alegrete.

 

A informação é de que Emerson já foi encaminhado para um presídio na cidade da Fronteira Oeste.

Priscila desapareceu em 19 de junho, após supostamente ter saído da casa de Emerson naquela noite. O corpo dela foi encontrado boiando no Rio Ibirapuitã em 6 de julho, com sinais de espancamento e estrangulamento.

Priscila cobrava dívidas do primo judicialmente e o primo era suspeito de ter subtraído valores do falecido pai dela. A defesa de Emerson ainda não se manifestou.

Confira a nota da Polícia Civil na íntegra:

"POLÍCIA CIVIL EFETUA A PRISÃO DO PRINCIPAL SUSPEITO DO HOMICÍDIO DE PRISCILA LEONARDI

A Polícia Civil, na tarde desta quinta-feira (13/7), por meio dos policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Alegrete e com o apoio da DECRAB Alegrete, sob a coordenação da delegada Fernanda Mendonça, cumpriu mandado de prisão temporária de um indivíduo de 30 anos, suspeito de ser o principal autor do homicídio e da ocultação de cadáver da jovem Priscila Leonardi, fatos cometidos em Alegrete.

O suspeito, primo da vítima, teria importante participação no crime desde o desaparecimento de Priscila, na noite do dia 19/6, comunicado na manhã do dia seguinte por familiares, inclusive pelo próprio primo. Após investigação e a apresentação de provas até então colhidas pela Polícia Civil ao poder Judiciário, foi expedido mandado de prisão temporária e mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, os quais foram cumpridos na data de hoje e se estenderam até a noite. A motivação financeira apenas será confirmada ao final do inquérito policial, sendo a principal linha de investigação da Polícia Civil.

Após a captura, o preso foi levado à Delegacia de Polícia para interrogatório no inquérito policial em andamento e para as diligências de praxe da prisão, e posteriormente encaminhado ao presídio de Alegrete.

A prisão do suspeito é mais um passo nas investigações policiais, que não se encerram nesta data. Acredita-se na participação de outros indivíduos nos crimes de levaram à morte de Priscila. Por isso, quem tiver qualquer informação sobre o caso ainda pode contatar o número (55) 3427-0300 (plantão) ou (55) 98451-1689 (WhatsApp). A denúncia pode ser feita de forma anônima, garantido o sigilo da informação."

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH