Ouça agora

SABADÃO

com JEFERSON PERCOSKI

Cultura

Chama Crioula é acesa em Cristal e distribuída para os Festejos Farroupilhas 2023

Chama Crioula é acesa em Cristal e distribuída para os Festejos Farroupilhas 2023
Rogério Bastos/Divulgação MTG
  • 19/08/2023 - 20:10
  • Atualizado 19/08/2023 - 20:30

A 74ª Geração e Distribuição da Chama Crioula foi realizada neste sábado (19/08) no Parque Histórico General Bento Gonçalves da Silva, em Cristal, no Sul do Estado, município que pertence a 16ª Região Tradicionalista, em frente à casa onde viveu o general Bento Gonçalves, líder da Guerra dos Farrapos. Aproximadamente 1,5 mil cavalarianos de todo o Rio Grande do Sul e de regiões de Santa Catarina receberam a centelha do fogo simbólico que está sendo levado a cada um dos Centros de Tradições Gaúchas espalhados pelas 30 Regiões Tradicionalistas  e se manterá acesa durante toda a Semana Farroupilha de 2023. 

O evento deu destaque para duas mulheres: Ilva Goulart, presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG-RS), e Maria Luiza Benitez, cantora, compositora, radialista e patrona dos Festejos Farroupilhas. O ritual de acendimento da chama inicialmente estava marcado para sexta-feira (18/08), mas a organização optou por adiar em um dia devido à previsão de temporal do RS.

Ao longo das próximas quatro semanas, a chama será distribuída para as 30 Regiões Tradicionalistas do Estado, que levarão o fogo para todos os 497 municípios gaúchos. Segundo o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG-RS), este ato, que se repete anualmente desde 1947, simboliza a coragem, a união dos povos e o sentimento de pertencimento do gaúcho às tradições. A chama deve chegar a todas as cidades antes do dia 20 de setembro, data máxima do tradicionalismo e momento em que o fogo é extinto.