Ouça agora

MANHÃ SHOW

com ALEXANDRE DE SOUZA

Economia

John Deere demite 297 funcionários em Horizontina

John Deere demite 297 funcionários em Horizontina
John Deere/Divulgação
  • 08/11/2023 - 12:33
  • Atualizado 08/11/2023 - 13:04

A montadora de colheitadeiras da John Deere de Horizontina demitiu, nesta segunda (06/11) e terça-feira (07/11), 297 funcionários de diferentes postos ligados ao setor de produção, como solda, pintura, montagem, estamparia e almoxarifado. Os postos representam 13,8% do quadro de funcionários que até então era de 2.140, conforme o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina e Região (Stimmmeh), Jorge Luís Ramos. 

De acordo com o Jornal do Comércio, os desligamentos foram previamente comunicados ao sindicato, que negociou com a empresa a redução do contingente de trabalhadores demitidos, além do pagamento de benefícios extras e o condicionamento de alguns desligamentos. "Apesar de a empresa ter recusado alternativas como o lay-off, conseguimos evitar 53 demissões e chamamos a atenção para a questão familiar. Então não foram dispensados casais - o emprego de um deles foi mantido para garantir uma parte da renda, e priorizado a manutenção do emprego dos jovens, já que no caso de funcionários aposentados, já há essa renda prévia", explicou Jorge Luís Ramos, presidente do sindicato.

Segundo o dirigente, a demissão foi motivada pelo excesso de máquinas em estoque, cuja demanda sofreu um desaquecimento no último ano. "Como são produtos que têm muitos itens importados, houve na pandemia quase 800 colheitadeiras que ficaram sem a montagem concluída pela falta de peças. Com a reposição, houve mais de mil contratações para suprir a demanda represada, com recordes como a produção de 23 unidades de colheitadeiras por dia. Agora, são 12 colheitadeiras por dia e há itens parados tanto no pátio quanto nas concessionárias", detalhou Ramos.

Na negociação, a empresa concordou em pagar valores extras entre R$ 900,00 e R$ 2.700,00 além da manutenção do plano de saúde, de acordo com o tempo de vínculo de cada colaborador.

Entre os desligados estão 60 funcionários efetivos com mais de três anos de empresa, 70 efetivos com menos de três anos, sete trabalhadores aposentados e 160 contratos temporários.

O que diz a John Deere

Confira a íntegra da nota divulgada pela empresa:

"A John Deere informa que realizou ajustes no quadro de funcionários de sua fábrica em Horizontina (RS), havendo redução de 297 contratos de trabalho.

Sempre prezando pelo respeito e pela transparência em suas relações, a empresa informa que a questão foi discutida com o Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina e Região.

A John Deere reitera seu compromisso de agir de forma respeitosa com todos os profissionais envolvidos nessa operação".

Postado por Alexandre de Souza