Ouça agora

EXPRESSO 94

com JEFERSON PERCOSKI

Geral

Metsul alerta para enchente histórica do Rio Uruguai na Fronteira Oeste

Metsul alerta para enchente histórica do Rio Uruguai na Fronteira Oeste
Vilson Wünkler
  • 18/11/2023 - 18:43

A MetSul Meteorologia alerta que o Noroeste do Rio Grande do Sul e a Fronteira Oeste gaúcha vão enfrentar uma enchente histórica nos próximos dias por uma cheia de grandes proporções do Rio Uruguai. Será uma das maiores enchentes do Rio Uruguai da história, conforme a avaliação da MetSul.

O nível medido na régua argentina de Soberbio, junto ao extremo Noroeste do Rio Grande do Sul, às 6h da manhã deste sábado, atingia 19,20 metros. A marca superava o pico da grande cheia de 19 de outubro, no local, de 17,85 metros, assim como o pico subsequente de 16,7 metros no começo de novembro.

O que preocupa ao extremo é que o nível seguia subindo com quase meio metro em apenas seis horas. Não bastasse, segue chovendo muito neste sábado na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, na parte inicial e intermediária da bacia.

Assim, a tendência é de o Rio Uruguai se elevar ainda mais nas próximas horas, o que vai fazer com que a cheia adquira proporção ainda maior e se torne extremamente grave ao longo da bacia.

A vazão afluente da Usina da Foz do Chapecó registrou o número mais alto do ano, com 27,6 mil metros cúbicos às 14h da sexta-feira. Durante a tarde, as comportas foram abertas para a água verter.

Inicialmente, cidades catarinenses e gaúchas do Médio e Alto Uruguai serão as afetadas por inundações graves a severas pela cheia do Rio Uruguai. Municípios como Itapiranga, Iraí, Porto Mauá, Barra do Guarita, dentre outros, serão duramente impactados.

Na sequência, a grande enchente afetará a fronteira. Assim, municípios como São Borja, Itaqui e Uruguaiana devem se preparar para uma cheia poucas vezes se viu na história recente com moradores fora de casa e um grande número de áreas alagadas, nas zonas rurais ribeirinhas e mesmo nas zonas urbanas destes municípios.

Devem ser esperados muitos milhares de desabrigados e desalojados e as pessoas devem começar a planejar a retirada de seus pertences de casa imediatamente ante a rápida e muito acentuada elevação das águas nos próximos dias.

No final deste mês, a enchente vai afetar cidades do Uruguai e da Argentina na fronteira entre os dois países. O Litoral Oeste do Uruguai será muito castigado pelas enchentes e a cidade de Salto deve se preparar para uma inundação ainda maior do que a última.