Ouça agora

SABADÃO

com JEFERSON PERCOSKI

Esportes

Inter vence o São José e retoma a liderança do Gauchão

Colorado bateu time da Capital com gol de De Pena e supera o Grêmio no saldo de gols

Inter vence o São José e retoma a liderança do Gauchão
De Pena comemorou com os companheiros e torcedores presentes no estádio. André Ávila / Agencia RBS
  • 11/02/2024 - 21:23

O Gauchão tem um novo líder. Ao vencer o São José, pela sétima rodada, o Inter passou o Grêmio no saldo de gols e assumiu a primeira posição do Estadual, ambos com 16 pontos. 

O gol da vitória colorada por 1 a 0 no Passo D'Areia foi de Carlos De Pena, cobrando pênalti. A equipe de Eduardo Coudet volta a campo pelo Estadual na quarta (14), contra o Brasil de Pelotas, a partir das 21h30min, no Beira-Rio.

Para reduzir os riscos, Coudet começou a partida com o mínimo de titulares possíveis. Sem Igor Gomes, Hugo Mallo e Matheus Dias, em retreinamento, mais Alario, preservado, e Alan Patrick, suspenso, o treinador escolheu, de seus 11 habituais, o goleiro Anthoni, o lateral-direito Bustos e a dupla de zaga Vitão e Robert Renan para iniciar. 

De resto, reservas, inclusive a camisa. O Colorado vestiu verde. Foi a estreia na temporada de Thauan Lara. No meio, as opções foram por Rômulo, De Pena, Gustavo Prado e Hyoran. O ataque teve Pedro Henrique e Lucca.

O início, como costuma ocorrer no Passo D'Areia, foi de tentativa de adaptação ao piso. Isso significa muitos erros em passes, domínios e criações. O Inter tinha a bola, mas não superava a defesa do Zeca. Que, por sua vez, tampouco levava perigo.

Assim, levou mais de meia hora para o jogo ter alguma emoção. Mais precisamente, 31 minutos. Robert Renan recuou de cabeça, mas ficou curto. Anthoni se precipitou e saiu, tentando fechar o espaço de Renê, que chegou antes. Mas a estratégia do goleiro funcionou e ele impediu a conclusão. 

Pouco depois, a temperatura se elevou. Tudo começou quando a bola estava em posse do Inter e foi jogada para fora para atendimento médico. O São José não devolveu e acabou chutando, sem perigo. Jogadores reclamaram e houve discussão entre as comissões técnicas. China Balbino perdeu o controle e tentou agredir Coudet. Após três minutos de bate-boca e gritaria, os dois técnicos foram expulsos.

A tensão aumentou e perturbou até o árbitro. Roger Goulart sinalizou oito minutos de acréscimo e terminou a etapa inicial aos 50.

De Pena decide no segundo tempo
Mais calmos, os dois times voltaram para o segundo tempo tentando jogar mais. O São José teve sua chance mais clara logo no segundo minuto. Nonato cobrou lateral para a área, direto, Anthoni não saiu e Itambé cabeceou para fora.

Aos 16 minutos, o Inter chegou ao ataque com lucidez pela primeira vez. Lucca ganhou da defesa na força e cruzou. Pedro Henrique dividiu com Tiago Pedra, que salvou. Na sequência, a cobrança de escanteio curta ficou com Gustavo Prado, que tentou levantar para a área. A bola bateu no braço de Fredson na área. Pênalti.

Depois de três minutos entre reclamação, catimba e bate-boca, finalmente foi autorizada a cobrança. De Pena executou com perfeição, no cantinho de Fábio: 1 a 0.

Logo depois do gol, o Inter teve as duas primeiras trocas: saíram Hyoran e Bustos (que recém havia levado uma falta forte), entraram Mercado e Luiz Adriano. No novo desenho, Mercado foi para a lateral, e o meio passou a ter Pedro Henrique na direita, De Pena na esquerda e Gustavo Prado centralizado.

A primeira participação de Mercado foi equivocada. Em lançamento longo, ele errou a cabeçada e a bola sobrou para Matheuzinho. Ele encheu o pé e acertou o lado de fora da trave. Aos 36, mais uma estreia de um velho conhecido no Inter. Gabriel entrou em campo, na vaga de Lucca. Na mesma troca, Bruno Henrique ingressou no lugar de Pedro Henrique. 

O São José esteve perto do empate aos 37. Após boa jogada pela esquerda, a bola foi erguida para a área, no segundo pau. Alessandro Vinícius entrava sozinho e chutou mal, por cima. 

O time da casa subiu ainda mais a pressão, sem que o Inter conseguisse ao menos segurar a bola na frente. Na única vez que chegou, Bruno Henrique foi inteligente para tocar e abrir espaço. De Pena, na área, chutou, mas a defesa cortou.

Nos acréscimos, Luiz Adriano foi expulso em uma confusão com Jadson. Mas mesmo com a inferioridade numérica, o Inter venceu e saiu da Zona Norte com a liderança do Gauchão.

GAUCHÃO — 7ª RODADA — 11/2/2024

SÃO JOSÉ (0)
Fábio Rampi; Samuel (Fredson, 9'/1ºT), Tiago Pedra (Roberson, 30'/2ºT), Jadson e Carlos Itambé; Nonato, Rafael Carrilho e Marcos Calazans (Tcharlles, 15'/2ºT); Alessandro Vinícius, Matheuzinho e Renê (Kayan, 15'/2ºT). Técnico: China Balbino

INTER (1)
Anthoni; Bustos (Mercado, 23'/2ºT), Vitão, Robert Renan e Thauan Lara; Rômulo, Hyoran (Luiz Adriano, 23'/2ºT), Gustavo Prado, De Pena; Pedro Henrique (Bruno Henrique, 36'/2ºT) e Lucca (Gabriel, 36'/2ºT). Técnico: Eduardo Coudet

GOLS: De Pena, aos 20 minutos do segundo tempo;
CARTÕES AMARELOS: Tiago Pedra, Fredson (S); Robert Renan, Gustavo Prado (I);
CARTÕES VERMELHOS: China Balbino (S); Eduardo Coudet e Luiz Adriano (I);
LOCAL: Passo D'Areia, Porto Alegre;
ARBITRAGEM: Roger Goulart, auxiliado por Mauricio Coelho Silva Penna e Cassio Pires Dornelles.

PRÓXIMO JOGO
GAUCHÃO — 8ª RODADA
14/2/2024 — 21H30MIN
BEIRA-RIO
INTER X BRASIL-PEL

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH