Ouça agora

RADIOINFORMAÇÃO

com ELISIANE LUDWIG

Esportes

Pavón marca na estreia, Grêmio goleia o Santa Cruz e garante vaga antecipada às quartas do Gauchão

Além do atacante argentino, Gustavo Nunes, Cristaldo, João Pedro, JP Galvão e André Henrique marcaram para o Tricolor. David e Jean Lucca descontaram para os visitantes

Pavón marca na estreia, Grêmio goleia o Santa Cruz e garante vaga antecipada às quartas do Gauchão
Cristian Pavón entrou no segundo tempo e estreou com um gol e duas assistências com a camisa do Grêmio. MAXI FRANZOI / AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
  • 17/02/2024 - 18:48

Dois dias depois de desembarcar em Porto Alegre, Cristian Pavón provou o motivo de o Grêmio ter investido quase R$ 20 milhões em sua contratação. Saindo do banco no intervalo, quando o placar apontava um vaiado 2 a 2, o argentino mudou o jogo com um gol e duas assistências, garantindo o 6 a 2 para o Tricolor neste sábado (17), na Arena, diante do Santa Cruz.

Gustavo Nunes — também de atuação destacada — Cristaldo, João Pedro, João Pedro Galvão e André Henrique também para o Tricolor, enquanto David e Jean Lucca fizeram os gols do Galo. Com o resultado, a equipe gremista assegurou a classificação antecipada às quartas de final do Gauchão 2024 e ainda assumiu momentaneamente a liderança.

Na última partida antes do clássico Gre-Nal, Renato Portaluppi deu sequência ao jovem Gustavo Nunes como o titular da ponta-esquerda e novas oportunidades para Everton Galdino e João Pedro Galvão. As novidades Du Queiroz e Pavón, recém-chegados, começaram no banco de reservas e entraram apenas no intervalo. 

Gustavinho aproveitou, mais uma vez, a oportunidade e acumulou um gol e uma assistência nos primeiros minutos da partida. Aos 13, João Pedro cruzou da direita, a finalização de JP Galvão foi bloqueada pela defesa do Santa Cruz, e a bola sobrou para o garoto, que bateu de primeira e fez 1 a 0 para o Grêmio. 

Três minutos depois, Gustavo Nunes apareceu novamente. Em jogada pela esquerda, seu cruzamento encontrou Cristaldo após um erro de corte do zagueiro Thiago Sales. Dentro da pequena área, o argentino esticou a perna direita e fez 2 a 0. 

Entretanto, quando o jogo se encaminhava para uma goleada diante do lanterna, o Grêmio repetiu erros de jogos anteriores e deu espaços ao adversário. Em um desses momentos de marcação distante, o lateral-esquerdo David avançou e soltou a bomba no canto esquerdo. A bola bateu no pé da trave e foi para o gol, sem chances para Marchesín, descontando o placar para 2 a 1. 

Na esperança do empate, o Galo de Iarley fez duas trocas aos 30 minutos, com Rafael Mineiro e Pablo Bueno, aumentando seu poderio ofensivo. A ideia deu certo e fez o Santa Cruz ameaçar mais a meta gremista. Além disso, o time de Renato Portaluppi se desestabilizou emocionalmente quando o árbitro Lucas Horn marcou simulação de Gustavo Nunes em um lance de possível pênalti. 

Depois de o jogo ficar paralisado por 8 minutos em razão de uma lesão grave do zagueiro Anderson Alagoano, do Santa Cruz, o Grêmio voltou ainda mais devagar. Aos 49 minutos, em uma desatenção de Villasanti, que perdeu a bola no campo de ataque, o atacante Pablo Bueno aproveitou para puxar o contra-ataque. 

Perseguido de forma distante por Cristaldo, ele conduziu a bola até o ataque, se livrou de Geromel com um drible pelo meio das pernas e serviu Jean Lucca, que se livrou de Kannemann e tocou por cima de Marchesín, igualando o placar em 2 a 2. Com o empate, o Tricolor foi para o intervalo vaiado.

Segundo tempo
Para o segundo tempo, o Grêmio voltou com três trocas: os estreantes Du Queiroz, Pavón, além de André Henrique. Saíram Geromel, Cristaldo e Galdino. No 4-2-4, o Tricolor teve Villasanti como zagueiro, Du Queiroz de volante, Pavón na ponta-direita e André Henrique junto de JP Galvão no ataque. 

O primeiro lance de perigo foi aos nove minutos. Pepê cruzou na área, Pavón se projetou às costas da defesa e cabeceou, mas Marcelo Pitol salvou o Santa Cruz. No lance seguinte, em uma tentativa de Gustavo Nunes, depois de Du Queiroz, Pitol mandou novamente para escanteio. 

Após um bom tempo de insistência, o Tricolor voltou a liderar o placar pelos pés de Pavón. Novamente em jogada de Pepê, André Henrique recebeu no fundo e serviu o argentino, que chutou forte e fez 3 a 2 para o Grêmio. O quarto quase saiu na sequência, quando Kichán serviu Du Queiroz, mas o volante chutou para fora. No entanto, não demorou muito para acontecer. 

Aos 30 minutos, João Pedro, como é sua jogada tradicional, partiu da ponta direita, cortou para o centro do campo e chutou colocado, de canhota, sem dar chances para Pitol e fazendo 4 a 2. Dois minutos depois, foi a fez de João Pedro Galvão chegar ao terceiro gol na temporada. Em jogada de Pavón, o centroavante apareceu livre na área e marcou o quinto gol do Grêmio. 

Na reta final da partida, já com Dodi e Lucas Besozzi em campo, o Tricolor seguiu buscando mais um gol e conseguiu com André Henrique, aos 44 minutos. Pavón, dessa vez pelo lado esquerdo, cruzou e André Henrique fez o 6 a 2 que fechou a conta na Arena.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH