Ouça agora

RADIOJORNALISMO

com ALEXANDRE DE SOUZA

Política

Como votaram os senadores gaúchos na derrubada do veto que suspende reajuste a servidores públicos

Decisão final cabe à Câmara dos Deputados, que tem sessão nesta quinta-feira (20)

  • 20/08/2020 - 10:10
Como votaram os senadores gaúchos na derrubada do veto que suspende reajuste a servidores públicos
Reprodução/internet

O Senado derrubou por 42 votos a 30 o veto do presidente Jair Bolsonaro que suspendia o reajuste a servidores públicos até o final de 2021. Os senadores Lasier Martins (Podemos) e Paulo Paim (PT) votaram a favor da derrubada, enquanto Luis Carlos Heinze (PP) votou por manter o veto presidencial. Lasier disse que seguiu orientação da bancada. Já Paim afirmou que a votação desta quarta-feira (20) não garante reajuste ao funcionalismo:

 —  Votei pela derrubada do veto em homenagem aos servidores que estão na linha de frente para salvar vidas contra o coronavírus. Esta votação não garante reajuste aos servidores, só o Executivo tem o poder de reajustar ou não os salários dos seus funcionários, e ainda somente os que estão no enfrentamento da covid-19.

A suspensão de reajustes até 31 de dezembro de 2021 faz parte de um acordo fechado com o governo para liberar R$ 60 bilhões de ajuda a Estados e municípios, aprovado em maio deste ano. Os parlamentares acabaram incluindo no projeto a permissão para que algumas categorias pudessem ter reajustes, como os da área da saúde, segurança e educação pública.

Líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) se reúne às 11h com os líderes dos partidos para tratar da votação desta tarde na Casa. Barros afirmou a GaúchaZH que acredita que o governo vai conseguir reverter a derrota no Senado.

Postado por Paulo Marques

Fonte: Gaúcha ZH