Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

Educação

Prestes a completar 14 dias em bandeira laranja, região debate volta às aulas presenciais

  • 16/09/2020 - 10:37
  • Atualizado 16/09/2020 - 10:40
Prestes a completar 14 dias em bandeira laranja, região debate volta às aulas presenciais

No próximo sábado (19/09) a região Covid Santa Rosa vai completar duas semanas em bandeira laranja no Modelo de Distanciamento Controlado. Os 14 dias corridos em risco médio de contágio por Covid-19 permitirá a volta às aulas presenciais nas escolas públicas, comunitárias e particulares da região, desde que não retorne à bandeira vermelha, de alto risco.

Os preparativos para a retomadas das atividades presencias ganha prioridade na pauta dos prefeitos dos municípios que integram a Associação dos Municípios da Fronteira Noroeste (Amufron). Conforme o presidente da entidade municipalista e prefeito de Boa Vista do Buricá, Vili Horbach, o tema será novamente discutido pelos mandatários em videoonferencia nos próximos dias.

Conforme ele, as secretariais municipais de educação já estão estruturando as escolas das redes municipais de acordo com os protocolos sanitários do Estado e dos próprios municípios para garantir a segurança de alunos, professores e funcionários.

Em Santa Rosa o retorno das aulas presenciais deve começar de forma gradual pelas turmas da Educação Infantil no dia 5 de outubro. Segundo a prefeitura, as salas terão ocupação máxima de 50%, com revezamento de estudantes a cada semana. As instituições particulares de Educação Infantil, Ensino Fundamental até o 4º ano e Ensino Médio poderão retornar às atividades a partir de 21 de setembro.

A prefeitura orienta que todas as famílias com crianças matriculadas nas turmas de Educação Infantil da rede municipal deverão comparecer na escola entre os dias 21 e 28 de setembro para assinar um termo de responsabilidade e ciência, autorizando enviar ou não a criança ao atendimento presencial.

As famílias podem optar em enviar as crianças para atendimento presencial ou seguir com as atividades programadas a distância conforme vem sendo realizado até o momento.

As crianças somente poderão frequentar a escola se o documento estiver assinado pelos pais ou responsáveis.

As crianças não irão perder a vaga caso a família opte por não enviar a criança

A prefeitura informou ainda que, com suspeita ou confirmação de casos da covid-19, tanto de alunos quanto de servidores, as aulas poderão ser novamente suspensas. O município garante a oferta de equipamentos de proteção individual para as crianças e servidores das escolas.

Nas escolas particulares do município, após uma reunião realizada na manhã de terça-feira (15), ficou definido a retomada a partir do dia 21 de setembro, de forma gradual: Educação Infantil, Ensino Fundamental até o 4º ano e Ensino Médio. A decisão prevê o retorno, desde que seja respeitado o plano de contingência aprovado pelo Centro de Operações de Emergência (COE), de, no máximo, de 50% dos alunos.

Fonte: Redação