Horário sem programação!

Esportes

Grêmio perde para a Católica no Chile e se complica na Libertadores

Equipe de Renato Portaluppi teve má atuação e foi derrotada com gols de Zampedri e Pinares

  • 17/09/2020 - 05:33
Grêmio perde para a Católica no Chile e se complica na Libertadores
Staff Images / Conmebol/Divulgação

A volta do Grêmio para Libertadores após mais de seis meses esteve longe do esperado pela torcida que sonha com o tetra da América. Em noite de atuação de muito ruim, o Tricolor foi dominado pela Universidad Católica, em Santiago, nesta quarta-feira (16) e acabou derrotado por 2 a 0. Os gols chilenos foram marcados pelo centroavante Zampedri e pelo meio-campista César Pinares, na primeira etapa.

Com a derrota, o time de Renato Portaluppi vê sua situação se complicar na Libertadores. Com quatro pontos, o Tricolor ainda é o segundo colocado do Grupo E — liderado pelo Inter, com sete, mas deixou a Católica se aproximar. Os chilenos agora estão igualados com o América de Cali, com três. Na quarta rodada da chave, o Grêmio terá o clássico Gre-Nal da próxima quarta-feira, às 21h30min, no Beira-Rio.

Sem poder contar com nomes como Maicon, Pepê, Everton e Jean Pyerre, Renato apostou na juventude do meio para frente para tentar a vitória no Chile. Darlan foi escalado ao lado de Matheus Henrique na primeira linha de meio-campo enquanto Isaque e Luiz Fernando acompanharam Alisson na aproximação ao centroavante Diego Souza. Do outro lado, o treinador argentino da Universidad Católica Ariel Holan montou a equipe bem ao seu estilo, em um ofensivo esquema com três atacantes.

Os mandantes ameaçaram logo no começo. Pelo lado direito, Lezcano invadiu a área e cruzou fechado em direção ao gol, mas Geromel apareceu bem posicionado para tirar o perigo. O Grêmio respondeu rápido também pelo lado do campo. 

Aos 3, Luiz Fernando chutou cruzado e errou o alvo. A jogada foi a única de perigo do Tricolor na primeira etapa. Com um estilo parecido ao que o Grêmio acostumou sua torcida nos últimos anos, a Católica fez um jogo de muito controle de posse de bola e dominou o primeiro tempo. 

Apesar da superioridade, a Católica demorou para encontrar espaço na defesa gremista. Assim, os chilenos foram arriscando em chutes de fora da área. O zagueiro Huerta fez Vanderlei trabalhar aos 15 enquanto o lateral-direito Fuenzalida acertou a trave aos 29. As finalizações com dois defensores mostram como a Católica ocupou o campo do Grêmio, que teve apenas 38% de posse de bola no primeiro tempo.

O Grêmio nem teve tempo de assimilar o gol e sofreu o segundo na sequência. Rodrigues, que havia entrado no lugar de Geromel, não conseguiu cortar o lançamento de Aued. César Pinares aproveitou, encobriu Vanderlei e tocou para o gol vazio para ampliar: 2 a 0. A defesa gremista parecia em pane e Zampedri ainda perdeu um gol da frente de Vanderlei após erro de David Braz antes do intervalo.

Mesmo com a atuação ruim na primeira etapa, Renato manteve o mesmo time para a volta do segundo tempo. E logo aos 3, Zampedri recebeu livre na área e demorou para finalizar, o que deu tempo para David Braz se recuperar e fazer o desarme. O treinador gremista então mexeu na equipe.  Aos seis, Ferreira e Robinho foram chamados para os lugares de Luiz Fernando e Isaque.

A ideia de Renato de aliar a experiência de Robinho com o poder de drible de Ferreira para tentar levar o Grêmio ao ataque, porém, não teve resultado. Foi a Universidad Católica que seguiu criando oportunidades. Aos 9, Aued apareceu livre em cruzamento e mandou para fora. Depois, o meio-campista tentou da intermediária. Vanderlei deu rebote e a bola sobrou para Zampedri. O gol só não saiu porque Cortez apareceu para travar na hora do chute. 

O Grêmio conseguiu levar perigo ao goleiro Dituro apenas aos 24 minutos. Em uma jogada que começou com Robinho, Alisson tocou para Diego Souza, que chutou por cima. Renato fez mais duas trocas apelando para garotos. Guilherme Azevedo e Rildo entraram nas vagas de Darlan e Alisson. As tentativas, no entanto, não deram em nada. 

Ainda haveria tempo para a expulsão de David Braz após entrada dura em Puch, aumentando o número de desfalques tricolores para o Gre-Nal. O Grêmio foi derrotado e permitiu o renascimento dos chilenos na briga por vaga nas oitavas de final.

Postado por Paulo Marques

Fonte: Gaúcha ZH