Ouça agora

CORRESPONDENTE REDE GAÚCHA SAT

com REDE GAÚCHA SAT

Esportes

Inter sofre a primeira derrota no Brasileirão para o Athletico-PR

Inter sofre a primeira derrota no Brasileirão para o Athletico-PR
Ricardo Duarte/Sport Club Internacional
  • 21/04/2024 - 18:56

A primeira derrota no Brasileirão 2024 tem gosto amargo para os colorados. Na maior parte do jogo o Inter comandou as ações e sofreu o gol justamente quando estava jogando melhor. Após Borré desperdiçar uma chance clara, sem goleiro - ozagueiro Thiago Heleno salvou o Furacão. Seis minutos depois, Canobbio dominou na entrada da área, limpou Robert Renan e chutou no ângulo para abrir o placar. 

No primeiro tempo ainda, a melhor chance do Inter ocorreu aos 36. O Athletico-PR tentou fazer uma jogada ensaiada de falta e deu um presente para o contragolpe. Mauricio acionou Wesley pela esquerda, e o jogador arrancou. Passou pelo primeiro, deixou o segundo para trás e, ao entrar na área, optou por chutar quase sem ângulo. A finalização foi na rede pelo lado de fora. Bruno Henrique entrava sozinho pelo meio. 

Aos 40 minutos do primeiro tempo, Vitão parou o ataque do Athletico-PR com falta em Canobbio. Felipe Fernandes de Lima assinalou, apresentou o amarelo para o zagueiro e puxou o vermelho do bolso. Instantaneamente os jogadores do Inter partiram para cima da arbitragem para reclamar. O árbitro conferiu as marcações e reconheceu que se confundiu, pois Robert Renan já tinha cartão amarelo, mas Vitão ainda não. Assim, cancelou a expulsão do jogador colorado.

FICHA TÉCNICA

Athletico-PR

Bento; Leo Godoy (Madson, 37/2ºT), Kaique Rocha, Thiago Heleno e Esquivel; Fernandinho, Erick, Julimar (Zapelli, int, depois Felipinho, 45'/2ºT), Canobbio e Cuello (Christian, int.); Pablo (Mastriani, 37'/2ºT). Técnico: Cuca

Inter

Rochet; Mallo (Bruno Gomes, 32'/2ºT), Vitão, Robert Renan e Renê; Rômulo (Thiago Maia, 15'/2ºT), Bruno Henrique (Bustos, 15'/2ºT), Mauricio (Lucca, 32'/2ºT) e Wanderson (Gustavo Prado, 41'/1ºT); Wesley e Borré. Técnico: Eduardo Coudet 

  • Gols: Canobbio, aos 25 minutos do segundo tempo
  • Cartões amarelos: Leo Godoy, Fernandinho, Thiago Heleno (A); Mallo, Robert Renan, Rômulo, Vitão, Wesley (I)
  • Cartão vermelho: Canobbio (C)
  • Local: Arena da Baixada, Curitiba
  • Público: 29.784  
  • Renda: R$ 1.308.600  
  • Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (MG), auxiliado por Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Celso Luiz da Silva (MG). VAR: Marcio Henrique Gois (SP).