Ouça agora

MANHÃ SHOW

com ALEXANDRE DE SOUZA

Esportes

Perito analisa imagens e afirma que Rafael Ramos disse ''macaco'' para Edenilson

Roberto Meza Niella concedeu entrevista à Rádio Gaúcha nesta segunda-feira. Análise oficial, porém, só virá após trabalho do IGP

  • 16/05/2022 - 16:44
Perito analisa imagens e afirma que Rafael Ramos disse ''macaco'' para Edenilson
Análise de consultor aponta para injúria racial - Jefferson Botega / Agencia RBS

O perito judicial Roberto Meza Niella, especialista em leitura labial e diretor de consultoria pericial, não tem dúvida de que o lateral Rafael Ramos usou a palavra "macaco" ao se dirigir a Edenilson no confronto entre Inter e Corinthians, no último sábado (14), pelo Brasileirão. A reportagem da Rádio Gaúcha enviou as imagens da transmissão da TV do jogo do momento em que Ramos fala com Edenilson. Após a análise, Meza Niella afirmou, em entrevista ao programa Timeline, ter certeza de que houve a injúria racial. 

—  Eles estão de frente para a câmera e é possível ler o posicionamento dos lábios do Ramos. Podemos identificar de forma tênue a frase que todo mundo está dizendo, que é a palavra "macaco". E vem na sequência um palavrão que não fica muito claro na definição dos lábios dele. Temos que tomar esse cuidado, mas me parece que é "do caralho". A frase completa seria "macaco do caralho” — sustentou  Meza Niella, que foi o perito que analisou a denúncia do meia Gérson, do Flamengo, contra o Ramírez, do Bahia, em 2020.

A análise oficial, porém, só virá por meio do trabalho do Instituto Geral de Perícias (IGP). A delegada Ana Luiza Caruso, responsável pela 2ª DP de Porto Alegre, confia em pronta resposta do IGP a partir da entrega dos vídeos da transmissão da TV e das câmeras de segurança do Beira-Rio. Não há prazo para a conclusão da análise.

Em sua análise particular feita no caso, Meza Niella detalhou a forma como chegou à conclusão:

— Cada som da nossa fala tem características articulatórias e fonológicas muito particulares, o que permitem, dependendo da qualidade da imagem, identificar o que a pessoa diz naquele determinado momento.  Tivemos acesso a todos eles e fizemos uma análise passo a passo, quadro por quadro, daqueles vídeos para poder determinar o que foi dito pelo jogador do Corinthians. 

Meza Niella rechaçou qualquer possibilidade de Rafael Ramos ter dito a expressão "mano, caralho", como sustentada pela defesa do jogador.

— No posicionamento dos lábios é completamente diferente. Não existe nenhuma possibilidade dele ter falado a palavra "mano". Nos lábios dele são bem claros nos fonemas quando fala a palavra "macaco" — reiterou o perito, que disse que o fato de Ramos ter o sotaque português não causou uma dificuldade maior na análise deste caso.

— Essas variações linguísticas algumas vezes dificultam um pouco. Trata-se do português de Portugal e isso é avaliado nesse tipo de análise. Nesse caso, porém, não dificultou na análise — garantiu.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH