Ouça agora

MANHÃ SHOW

com ALEXANDRE DE SOUZA

Polícia

Incêndio em comunidade terapêutica deixa ao menos oito mortos em Carazinho

Nomes das vítimas ainda não foram confirmados. Tragédia no Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos de Carazinho é a maior da história do município em incêndios

  • 24/06/2022 - 05:24
Incêndio em comunidade terapêutica deixa ao menos oito mortos em Carazinho
Pedro Ernesto Radialista / Reprodução/Arquivo Pessoal

Pelo menos oito pessoas morreram em um incêndio que atingiu um centro de reabilitação de dependentes químicos em Carazinho na noite desta quinta-feira (23). A delegada de polícia, Rita de Carli, informou que foram contabilizadas entre oito e nove vítimas fatais até por volta das 2h desta sexta-feira (24).

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) de Carazinho, o incêndio atingiu parte das estruturas do Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos de Carazinho – Cetrat. Uma das vítimas morreu durante atendimento médico no Hospital de Caridade de Carazinho (HCC), as outras teriam morrido ainda no local do incêndio.  As identificações e os nomes delas não foram divulgados.

A Perícia segue realizando levantamento no local. Em seguida, os corpos devem ser levados ao Instituto Médico Legal (IML). O incêndio que começou por volta das 23 horas desta quinta-feira (23), na Rua Claudio Santos na Vila Rica, já se torna a maior tragédia entre os incêndios com mortes da história do município de Carazinho.

Todo o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar de Carazinho foi deslocado para atender a ocorrência, inclusive militares de folga. As guarnições precisaram deslocar para repor a água dos caminhões por várias vezes. Três caminhões foram utilizados no combate as chamas. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a ambulância da Secretaria Municipal de Saúde de Carazinho também foram acionadas para prestar apoio.

Quatro pessoas foram levadas ao Hospital de Caridade de Carazinho, sendo que um morreu durante atendimento e três permanecem em atendimento. Ainda segundo os bombeiros, o incêndio atingiu um dos dormitórios onde estavam os internos que pernoitavam no Centro que atende em regime de internato. Os Bombeiros levaram cerca de uma hora para controlar as chamas, e mais quase duas para concluir o trabalho de rescaldo.

Além da delegada titular da Delegacia de Polícia (DP), Rita de Carli, o Delegado Regional de Polícia, Jader Ribeiro Duarte, esteve no local acompanhando a ocorrência. O prefeito Milton Schmitz também esteve no local acompanhado de secretários e da Defesa Civil. Ele lamentou o episódio e afirmou que o município estará a disposição das famílias e da direção do centro, para prestar o apoio e serviços que sejam necessários neste momento.

Não há informações sobre as causas do incêndio. O número exato de pessoas que estavam no local quando o fogo começou também ainda precisa ser confirmado.

Postado por Paulo Marques

Fonte: Diário da Manhã