Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

Clima

Ciclone provoca estragos e deixa ao menos 9 mortos em Santa Catarina

  • 01/07/2020 - 12:23
Ciclone provoca estragos e deixa ao menos 9 mortos em Santa Catarina
Prefeitura de Chapecó

Fortes rajadas de vento causadas pela formação de um ciclone atingiram praticamente todas as regiões de Santa Catarina na tarde desta terça-feira (30), deixando um rastro de destruição. Ao menos nove mortes foram confirmadas, e uma pessoa está desaparecida. O vendaval começou na região Oeste ainda pela manhã e avançou pelo Estado durante a tarde. As informações são do site jornal NSC Total

Conforme atualização feita pela Defesa Civil na manhã desta quarta (1º), três pessoas morreram na cidade de Tijucas, na Grande Florianópolis. Um homem morreu em Santo Amaro da Imperatriz, e outra pessoa em Governador Celso Ramos, também na Grande Florianópolis. Uma idosa morreu em Chapecó, no Oeste. As outras mortes foram em Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). 

Uma pessoa segue desaparecida em SC. Segundo a Defesa Civil, ela teria caído de uma ponte pênsil que atravessava durante o vendaval em Brusque, no Vale do Itajaí. 

As rajadas de vento provocadas pela passagem do ciclone nesta terça chegaram a 134 km/h. A tempestade atingiu praticamente todas as regiões do Estado. Nesta quarta-feira, novas rajadas de vento seguem sendo registradas em Santa Catarina.

Equipes de diversos órgãos do Governo do Estado atuam desde o começo da tarde desta terça para minimizar os estragos causados pelo ciclone. O trabalho reúne Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Celesc e demais secretarias.

Segundo o governo, mais de mil bombeiros militares, com o apoio de 380 viaturas, estão trabalhando para atender ocorrências, em especial quedas de árvores e placas. Já foram atendidas por volta de 1,6 mil ocorrências até a manhã desta quarta.

Durante a tarde de terça, Santa Catarina chegou a ter 1,58 milhão de unidades consumidoras sem energia, 49% de todas do Estado, segundo o mapa em tempo real de fornecimento da Celesc. Segundo a última atualização da Celesc, feita por volta das 9h50min desta quarta, 695.306 mil unidades consumidores seguiam sem energia elétrica em Santa Catarina.

Em Chapecó, uma senhora de 78 anos morreu depois de ser atingida por uma árvore perto do aeroporto da cidade. Os ventos chegaram a atingir 108 km/h. As rajadas, acompanhadas de chuva, atingiram diversos bairros, além de algumas comunidades do interior do município, e provocaram o destelhamento de mais de 350 residências. A Defesa Civil também registrou destelhamentos em Descanso, Santa Helena, São Domingos, Jaborá e Xanxerê. 

Fonte: Site do jornal NSC Total