Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

Agricultura

Falta de chuva não permite plantio da soja na região

  • 20/11/2020 - 10:15
Falta de chuva não permite plantio da soja na região
Reprodução

O tempo seco que predomina segue impossibilitando o plantio da soja em Três de Maio e região. De acordo com a Emater/RS-Ascar, até agora somente 12% da área estimada de 20 mil hectares no município foi semeada. Nesta mesma época do ano passado, em torno de 80% da área já estava semeada. Mesmo com as condições do tempo desfavoráveis, o rendimento médio esperado é de 3.300 quilos por hectare.

De acordo com o Informativo Conjuntural, produzido e publicado nesta quinta-feira (19/11) pela empresa de assistência técnica, no Rio Grande do Sul a implantação da cultura já chega a 35%, quando a média histórica para essa época é de 46%.

O chefe do escritório da Emater Leonardo Rustick recomenda aos produtores que não façam a semeadura nas atuais condições. Ele explica que as últimas chuvas não conseguiram penetrar profundamente no solo por conta do déficit hídrico. Rustick calcula que um volume de, no mínimo, 40 a 60 milímetros seria suficiente para possibilitar o plantio da oleaginosa.

Lembra ainda que, depois de germinar, a soja precisará, em média, de 30 milímetros de chuva por semana. Só que a previsão é que o pico do La Niña permaneça até janeiro.

- Nós sabemos que a cultura é cara. Já pensou o produtor plantar agora e ter que refazer a implantação? – alerta o técnico.

A meteorologista da Somar, Cátia Valente lembra que a escassez de chuva está diretamente relacionada ao fenômeno La Niña. Neste sentido, Cátia lembra que as chuvas que caíram no Estado nas últimas semanas foram localizadas e, portanto, insuficientes para resolver o déficit hídrico acumulado. 

Segundo ela, nas próximas semanas há expectativa de chuvas, mas ainda irregulares e abaixo do padrão para a época.

Fonte: Redação